Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Decreto institui GT para debater propostas para o Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul receberá aconselhamento e auxílio para a reorganização e modernização. Para isso, foi criado um Grupo de Trabalho, instituído pelo Decreto 48.229/2011, publicado nesta quarta-feira (10), no Diário Oficial. O GT terá 90 dias para elaborar um relatório, que será submetido com as proposições, para apreciação do governador. 

A criação deste grupo foi o principal encaminhamento da primeira edição do Governador Responde, do Gabinete Digital, ferramenta onde a pergunta mais votada de cada mês demanda a resposta do Chefe do Executivo. Na ocasião, no mês de junho, o governador determinou a criação do GT com vistas a promover um amplo debate e apontar propostas que garantam a modernização e a valorização profissional da categoria. O Grupo de Trabalho terá os seguintes integrantes: Casa Civil, Casa Militar, Secretaria da Segurança Pública, Comando da Brigada Militar, Secretaria da Fazenda, Secretaria do Planejamento, Secretaria da Administração e Gabinete do Governador. Associações de Praças, Oficiais, e de Bombeiros serão convidadas a participar do GT, assim como outras representações da sociedade civil.

Texto: Marcelo Nepomuceno
Edição: Redação Secom (51) 3210.4305

Nota do Blog: Espero sinceramente que este GT não seja apenas um faz de conta, pois de enrolação estamos ( o povo) cansados a anos. mas pela nota do governo, nem estão pensando na hipótese de separar. Falam em modernização, aconselhamento, reorganização.


A pergunta que fiz no Gabinete Digital foi muito clara. Falei sobre separar os Bombeiros da Polícia. Não é este o encaminhamento que o governo está dando pelo visto.

Um comentário:

  1. Bombeiro Desiludido15 de agosto de 2011 17:24

    Tenho a convicção de que este GT não vai dar em nada. O PT é o partido mais mentiroso que conheço. E o Tarso então nem se fala. Prometeu ficar os 4 anos na Prefeitura em 2000 e saiu um ano depois pra concorrer ao Estado.
    Cambada de mentirosos.

    ResponderExcluir

Fique a vontade, os comentários não serão moderados. As opiniões divergentes são bem vindas. Mas os que forem de baixo nível, com palavras ofensivas e de baixo calão serão excluídos.