Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de julho de 2010

segunda-feira, 26 de julho de 2010

PSDB de Serra e o cheiro do povo

Serra beija a própria mão ?!

Arte do Esquerdopata sobre post do LadoB

Saiu no Conversa Afiada

Serra volta a atacar jornalista. 
A técnica é a do ACM

Conversa Afiada reproduz trecho da coluna de Juremir Machado da Silva, no Correio do Povo, em Porto Alegre.




ANO 115 Nº 297 – PORTO ALEGRE, SÁBADO, 24 DE JULHO DE 2010


Serra ou motosserra?


Tive uma discussão com o candidato José Serra na Rádio Guaíba. É o meu destino. Sou um franco-atirador. Coleciono altercações. A casa estava cheia. O confronto ocorreu sob o olhar atento de Natal Furucho, presidente da Record-RS. Tudo começou quando qualifiquei o vice de Serra, Índio da Costa, de desconhecido e questionei as suas declarações vinculando o PT às Farc e ao narcotráfico. Serra ficou nervoso. Partiu para o ataque. Acusou-me de ter “comprado uma pauta do PT”. Sugeriu que eu tinha simpatias petistas.


Inverteu a ordem das coisas. Passou a me questionar: “Você sabe quem é o vice da Marina?”. Respondi, com alguma perplexidade, como sempre acontece quando me sinto absurdamente testado. “Bacana”!


Nossa discussão continuou no intervalo do programa. Serra foi mais incisivo: eu estaria reproduzindo a pauta “dos petralhas”. Rejeitei essa ideia surpreso com o uso de tal expressão por um homem fino. Disse-lhe que tinha feito a pergunta jornalística mais óbvia. Ele retrucou que ninguém lhe perguntava isso em outros estados. Foi a minha vez de reagir afirmando que, sendo assim, a imprensa dos outros lugares estava muito ruim ou muito tucana. Novamente no ar, repeti alguns desses termos para embasar a pergunta seguinte. Serra acusou-me de estar usando elementos da nossa conversa no intervalo. Tratei de acalmá-lo. Puxei assuntos mais amenos. Aos poucos, ele relaxou.


Descontraiu-se. Ao final, fora do ar, desculpou-se: “Você estava certo, peço desculpas”, disse-me. Uau! (*)


Clique aqui para ler “Manual para quem vai entrevistar Serra – cuidado, ele morde !”.

Paulo Henrique Amorim


(*) Serra usou aqui uma técnica carlista. O ACM também fazia isso. Agredia em público e, depois, reservadamente, pedia desculpas.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

SEGURANÇA E SAÚDE

Os recentes acontecimentos na região Eixo Baltazar de Porto Alegre, motivaram uma inédita reunião ontem a noite no Vida Centro Humanístico. Foi a primeira reunião conjunta do Fórum Regional de Justiça e Segurança e do Conselho Distrital de Saúde.

A pauta, falta de segurança nos postos de saúde e nas escolas.

Como sempre, o poder público executivo da Prefeitura e do Governo do Estado não compareceram.
A morte da professora e o tiro que uma médica levou na perna no PSF da Vila Coqueiros não foi o suficiente para comover os gestores públicos.

Na segunda feira, postarei mais sobre o assunto e a íntegra da ata da reunião.

FOLHA MUDA VERBO PARA LIVRAR A CARA DE SERRA

Extraído do CloacaNews



A frase original do tucano está aqui, no site do PSDB.

Leia mais em nossa postagem anterior.

*Nota do Blog: O curioso é que além de José Serra (Sr. Burns - Simpsons) se auto intitular o campeão de más companhias, o site do PSDB o coloca como candidato do PT à Presidência. Claro que depois de serem alertados, arrumaram. 

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Pesquisa Vox Populi mostra Dilma 6 pontos à frente de Serra

Levantamento produzido pelo instituto Vox Populi, divulgado pela Band nesta quarta-feira (21), confirma petista à frente de Serra


São Paulo – A pesquisa eleitoral produzida pelo instituto Vox Populi e divulgada nesta quarta-feira (21) pela Band deve mostrar Dilma Rousseff(PT) à frente. A divulgação dos resultados detalhados ocorre no início da noite. Na corrida presidencial, Dilma aparece com 43% das intenções de voto, contra 37% de José Serra (PSDB). Marina teria 8%.

As informações foram colhidas junto a funcionários da Rede Bandeirantes, contratante da pesquisa. No último levantamento divulgado, em 29 de junho, a petista tinha seis pontos de vantagem, dependendo do cenário. No levantamento anterior, em maio, a diferença era de três pontos.

Desde a semana passada, circulavam rumores sobre um levantamento interno, encomendado pelo PT, que apontava números semelhantes.

pesquisa Vox Populi ouviu 3 mil pessoas de 17 a 20 de julho. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual, para mais ou para menos. O instituto registrou ainda pesquisas para nove estados – Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Neste sábado (24), o Datafolha deve divulgar nova pesquisa. Será a enquete com maior amostra do período eleitoral, 10,6 mil entrevistados. Simultaneamente, dados sobre disputas estaduais devem ser divulgadas.


Vem aí o Ministério da Piada Pronta: Estadão contesta Cloaca

por Luiz Carlos Azenha do Vi o Mundo
Estávamos nós reunidos para tratar do Encontro Nacional de Blogueiros quando um dos presentes informou que o Estadã o havia fisicamente se dado ao trabalho de desmentir uma galhofa do Cloaca News.
Como não leio mais jornais impressos, cai na gargalhada. Eu, não. Todos os presentes rimos à beça. Ficamos imaginando o trabalho de investigação de dois repórteres do Estadão tentando confirmar a notícia. Será que eles tentaram confirmar com o candidato Serra?
Para os novatos na blogosfera, explico: o Cloaca é uma piada digital. Piada ferina, dolorida para alguns. Mas é isso: uma piada. O Estadão desmentir o Cloaca é o mesmo que alguém ir à Justiça contra uma piada do CQC ou do Pânico.
O Cloaca fez uma piada com o photoshop, como já havia feito outras: numa edição do jornal baiano A Tarde, inseriu uma manchete espantosamente fantasiosa. Serra criaria o Ministério do Acarajé.
Pois o Estadão se deu ao trabalho de “desmentir” a piada.


Para ler a resposta do Cloaca News, clique aqui

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Ação de vereador porto-alegrense contra bullying cometido pela Tv Record

Uma antecipação de tutela concedida pelo juiz Luiz Augusto Guimarães de Souza, da 3ª Vara Cível de Porto Alegre, proíbe a Rede Record de Televisão do RS de divulgar o nome do vereador porto-alegrense Adeli Sell (PT) na campanha veiculada pela emissora denominada "Fala Adeli!".

A proibição é estendida à divulgação de fotos e de outras imagens distorcidas do vereador, em quaisquer programas e horários, no Canal 2 de Porto Alegre e suas repetidoras no interior. Para o caso de desrespeito ao comando judicial, já há uma previsão de sanção de R$ 10.000 (dez mil reais) a cada veiculação.

O vereador Sell ingressou com ação ordinária (uma extensa petição inicial, 37 laudas) ilustrada com fotos em que sustenta estar sendo "atacado gratuitamente no programa Balanço Geral, por iniciativa dos apresentadores Alexandre Motta e Antonio Sacomory".

Segundo a petição dos advogados Pedro Luiz Correa Osório e Luiz Gustavo Capitani e Silva, recentemente, "a emissora de televisão chegou ao absurdo em divulgar a imagem feita por montagem, do vereador em calçolas e urinol, que ficou no ar por mais de cinco minutos em horário de elevada audiência!".

Numa das falas, um dos apresentadores disse que "o nobre vereador deve ter tido uma educação na Inglaterra, na Grã-Bretanha, em Oxford, em algum estábulo, porque o verdadeiro cavalo eu já não sei quem é". Após uma pausa, o apresentador pergunta: "Quem seria o cavalo nessa história?”

A petição inicial afirma que "a humilhação experimentada pelo autor ao final das palavras dispensa qualquer demonstração, bastando o mínimo juízo racional para que se imagine o abalo de uma pessoa que prima por sua imagem, ser chamado ao vivo, em horário de pico de audiência (com aproximados 470 mil telespectadores, dentre eles uma grande proporção de eleitores) de cavalo".

Ao conceder a tutela antecipada, o magistrado Guimarães de Souza proibindo as veiculações, ressalta que "antes de qualquer julgamento apressado, é preciso que se adiante que não se trata de medida destinada a inibir a liberdade de imprensa, constitucionalmente assegurada". O juiz também observa que "essa liberdade vai, todavia, até o ponto em que não interfira com os direitos, igualmente, constitucionais, de qualquer cidadão".

Prossegue o magistrado afirmando que "os funcionários da requerida, Rede Record RS, srs. Alexandre Mota e Antonio Sacomory, assim como a própria ré, devem entender e respeitar o inalienável direito que o suplicante, vereador Adeli Sell, tem de não prestar entrevista a quaisquer deles, como, de resto, a nenhum órgão de imprensa". 

O juiz refere ter assistido apenas um dos cinco DVDs que acompanharam a inicial e neles constatou que "a veiculação do nome do requerente está o tempo todo associada de forma jocosa, desrespeitosa e injuriosa". 

Nesse cenário - prossegue - "ora associa-se-o a peças íntimas, inclusive, com foto do requerente, ora a utensílios destinados à colheita de excrementos, ora, ainda, a objetos eróticos - deixando-se os conteúdos jornalísticos totalmente de lado ou em um segundo plano para fazer espécie de humor negro, sempre tendo como alvo a pessoa pública do vereador demandante".

A indenização pedida envolve não só o dano moral que o vereador diz estar sentindo, como também em reação ao bullying que a emissora e seus apresentadores estariam impondo. Talvez seja, no âmbito da Justiça estadual a primeira ação ação cível por bullying - fenômeno que já começa a ficar comum em demandas trabalhistas. (Proc. nº 1.10.0168881-4).

Contraponto

O Espaço Vital pediu hoje (21) à Record RS que apresente sua manifestação. Esta será veiculada logo que a emissora e seus apresentadores enviem suas versões ou opiniões.

Atenção: Esta mensagem é enviada por leitor do Espaço Vital, sem a participação e conhecimento do editor da página, quanto ao texto, conteúdo, nomes e e-mails do remetente e do destinatário. Para certificar-se do conteúdo da notícia, acesse www.espacovital.com.br

Texto copiado na íntegra do site

Madureira, do "PPSDB"

Recebi de um amigo meu a dica desse vídeo, talvez um dos mais engraçados da carreira do humorista neocon Marcelo Madureira, em inspirada noite galhofeira na bancada do inefável Instituto Milleniun, a gentil confraria neo integralista bancada pela velha mídia. Num misto de primarismo e fúria gaguejante, Madureira (mas com discurso do Leblon), primeiro, faz um mea culpa por ter militado no antigo Partido Comunista Brasileiro (PCB), que classifica como “pior partido político” do Brasil. Depois, prega o impeachment de Lula, afirma que os atuais líderes políticos do governo eram aqueles que não estudavam na faculdade (“conheço todos eles!”), se credencia como social-democrata e se diz simpatizante do “PPSDB”, num saboroso ato falho com potencial de se tornar, além de uma piada, uma nova sigla depois de 2010.

Compartilhem comigo desse constrangimento, sob mediação de William Waak:



Extraído na íntegra do http://brasiliaeuvi.wordpress.com

segunda-feira, 19 de julho de 2010

“Ficha suja” do Serra mostra as garras


O desconhecido deputado Índio da Costa, que o DEM impôs como vice do tucano José Serra, vai aos poucos revelando seu caráter. Em entrevista ao blog “mobilizapsdb”, ele abusou da sorte ao acusar sem provas: “Todos sabem que o PT é ligado às Farc [Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia], ao narcotráfico, a tudo que há de pior”. Vestindo o figurino de agente provocador da CIA, ele também destilou veneno contra Cuba. “É um horror aquilo. Coitado dos cubanos”.


Dias antes, o vice “ficha suja” já havia mostrado suas garras numa entrevista ao jornal Estadão. Arrogante, ele afirmou: “Dilma é um boneco... O Lula não preparou a Dilma para nada. Ele está usando-a para continuar no poder com o PT. O povo precisa saber que o Lula volta para casa e os mensaleiros do PT permanecem no governo, do lado da Dilma e mandando nela”. O comando de campanha de Dilma deveria abrir imediatamente um processo na Justiça contra o demo leviano!

Ex-genro do presidiário Cacciola

Ao Estadão, o moleque mimado, que declarou à Justiça possuir uma lancha e um ultraleve, ainda se jactou de que seu maior trunfo foi ser relator do projeto “ficha limpa”, recentemente aprovado no Congresso Nacional. “É o cartão de visitas. Ele diz mais ou menos assim: ‘Esse cara é sério e, como a gente, não agüenta mais tanta impunidade’”. Mas bastaram alguns dias de campanha para mostrar que Índio da Costa, além de direitista convicto, tem uma enorme “ficha suja”.

Imposto pelo rei dos factóides, o ex-prefeito Cesar Maia – numa jogada marota para garantir a reeleição do seu filhote –, o jovem deputado já coleciona suspeitas em seu currículo. Ele não tem nada de inocente. Talvez no convívio com o banqueiro Salvatore Cacciola, de quem foi genro, Índio da Costa tenha aprendido os primeiros truques. Para azar dele, o ex-sogro não poderá ser seu cabo eleitoral – Cacciola, um dos maiores bandidos do sistema financeiro, está na cadeia!


Recursos da merenda escolar

Até tucanos menos cínicos sabem que o vice de Serra é um tremendo “ficha suja”. A vereadora do PSDB do Rio de Janeiro, Andrea Gouvêa, foi relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou desvios de recursos públicos na gestão de Cesar Maia. A CPI comprovou que a prefeitura gastou R$ 75 milhões na compra de merendas escolares de uma mesma empresa, a Comercial Milano. Na época, Índio da Costa era o secretário municipal de Administração. “Ele promoveu uma ação entre amigos”, garante a vereadora, que já anunciou que não apoiará Serra.

As idéias reacionárias, de viés fascista, deste demo também não são novas. Ainda como vereador na capital carioca, ele foi várias vezes criticado pela postura autoritária. Presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, o filhote de Cesar Maia se recusou a convocar entidades da sociedade para discutir o tema e impediu que seus representantes questionassem a prefeitura nas audiências públicas. Suas manobras resultaram, inclusive, numa nota de repúdio assinada por 24 vereadores.


“É proibido esmolar no município”

Vereador da elite racista, Índio da Costa também ganhou alguns minutos de fama ao apresentar o projeto de lei que punia os cariocas por doação de esmolas a pedintes. “Fica proibido esmolar no município... Quem doar esmola pagará multa a ser definida”. Na sua justificativa, ele dizia que a mendicância é um “vício”. O projeto foi engavetado, considerado inconstitucional. Ele também foi derrotado na sua iniciativa legislativa de proibir o comércio de ambulantes nas ruas cariocas.

Já como deputado federal, o demo fez discursos contra o programa Bolsa Família, rotulado de “assistencialista”. Quando o governo decidiu enviar ajuda humanitária ao Haiti, ele afirmou que Lula parecia “beber cachaça” ao gastar dinheiro naquele país. Índio da Costa também defendeu um plebiscito sobre a pena de morte e confessou no seu twitter ser simpatizante da monarquia. É esse moleque mimado, típico fascistinha, que os demotucanos apresentam como vice de Serra!


Do blog do Altamiro Borges

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Serra foge de Yeda em pizzaria no Rio de Janeiro

Extraído do blog Amigos do Presidente Lula

A tucana Yeda Crusius (PSDB/RS) fez o lançamento oficial de sua campanha, em um evento realizado no Clube Farrapos, em Porto Alegre, no dia 14 à noite. A presença do candidato a presidente José Serra, em seu palanque, era aguardada.

Mas Serra preferiu se encontrar com artistas demo-tucanos em uma pizzaria, como Carlos Vereza, Ferreira Gullar, e outros que compareceram, mas não confirmaram apoio. O encontro foi promovido pelo "cineasta" Guilherme Coelho. Trata-se do filho de Ronaldo Cezar Coelho (PSDB/RJ), ex-banqueiro, dublê de amigo que empresta o jatinho a Serra e suplente de senador de Cezar Maia. O ex-banqueiro declara quase metade de seu patrimônio (R$ 228 milhões) em paraíso fiscal.

O que leva Serra a fugir do mais importante evento político da candidata a governadora de seu partido no Rio Grande do Sul, para um insosso encontro com artistas em pizzaria?

A corrupção! O governo de Yeda Crusius foi marcado por escândalos de corrupção em série. A CPI do DETRAN derrubou a cúpula do governo de Yeda, levando à demissão seus secretários. As Operações Rodin e Solidariedade, da Polícia Federal, quebrou a espinha dorsal da corrupção que estava no núcleo do governo de Yeda Crusius.
 
Serra e os “intelectuais”
 

O candidato da direita brasileira, José Serra, se reuniu na noite desta quarta-feira (14) com um seleto grupo de representantes da “fina flor” da intelectualidade nacional, em um restaurante na Praia do Leme, localizado na Zona Sul do Rio.

Entre os presentes estava Fernando Gabeira, candidato do PV ao governo carioca, cujo partido, em tese, estaria apoiando Marina para a presidência da república. Compareceu também, para abrilhantar o recinto, outras figuras de passado longínquo ligado a esquerda, como o poeta Ferreira Goulart, que tem se dedicado com afinco no último período a atacar tudo que represente a esquerda.

“Sou contra artista declarar voto e pedir verba. Estou escutando os candidatos, que é o que a gente pode fazer para escolher o voto. Mas não tenho nenhuma afinidade com o PT”, afirmou o humorista Marcelo Madureira (na foto) sintetizando um pouco do brilhantismo intelectual que foi a tônica do evento.

Indagado pelo ex-titã Charles Gavin sobre os planos na área de direitos autorais, Serra respondeu: “Não entendo muito do tema” e pediu para o músico lhe encaminhe suas dúvidas e sugestões por e-mail, demonstrando todo o conhecimento que o candidato tucano tem sobre o tema.

Serra afirmou ainda que “minha idéia é ter um documento com itens programáticos na cultura”, mas não disse quando o dito documento será apresentando. Pela profundidade da produção artística e intelectual do evento não será antes de encerrar as eleições no dia 03 de outubro que veremos alguma proposta política concreta para o setor.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Serra esconde a autoria das obras

O internauta Antonio Morassi nos envia foto comprovando que funcionários do Governo do Estado pintaram faixas brancas sobre o logotipo do Governo Federal, nas placas do Rodoanel. Relata ainda que esteve em BH no dia 8 e viu a mesma coisa por lá.




Aqui não é diferente, no governo de Germano Rigotto, o então secretpario de Segurança José Otávio Gernamo também mandou retirar das viaturas o emblema BRASIL UM PAIS DE TODOS, que estão colocados na traseira das viaturas. Tudo para a população não saber que é que supria a BM e a Polícia Civil de equipamentos.

Veja as fotos:

http://www.flickr.com/photos/metalog/4783273061/in/photostream/

http://www.flickr.com/photos/metalog/4783272889/